16 dicas para aumentar a duração da bateria no notebook

Imagem do autor Carla Valle
Carla Valle
Especialista em tecnologia da Cissa Magazine
21/02/2018 12.059 visualizações comentarios

Quanto mais você utiliza o seu notebook e maior o tempo que o você o tem, maior será o desgaste da bateria, assim como os tablets, celulares ou smartphones. A bateria é um dos principais recursos a serem afetados pelo tempo, diminuindo a eficiência de durabilidade e muitas vezes viciando (não suportando mais o uso sem que esteja conectado a uma tomada).

Problemas como estes são recorrentes nas maioria dos gadgets (não somente os notebooks), principalmente os atuais, pois sofrem usos muito intensos e descuidos mais provenientes dos usuários.

Blog Categoria Notebook

Para solucionar estes problemas e fazer valer cada centavo investido no seu produto, elaboramos uma lista com 16 dicas de como otimizar a bateria do seu notebook, levando em conta alguns aspectos como: frequência de uso, duração comum que o dispositivo oferece, cuidados, manutenção e alguns outros aspectos.

Elaboramos também uma lista de questões, logo abaixo, para facilitar a sua procura e oferecer exatamente o que você procura ao ler esta matéria.

16 Dicas para aumentar a duração da bateria do Notebook

  1. Verifique se o aparelho está com a bateria viciada
  2. Utilize o software antes de recorrer ao hardware
  3. Desative o Wi-Fi ou Bluetooth do notebook
  4. Diminua o brilho da tela
  5. Saiba administrar o uso do seu notebook
  6. Desconecte os dispositivo USB possíveis
  7. Utilize o notebook preferencialmente em locais frescos e arejados
  8. Desligue-o por completo se não estiver mais utilizando
  9. Se possível, carregue toda a bateria com o notebook desligado
  10. Recalibre a bateria do seu Notebook de tempos em tempos
  11. Analise a quantidade de memória RAM do seu notebook
  12. Retire a bateria para limpar de tempos em tempos
  13. Execute a desfragmentação de disco
  14. Reduza processos e melhore o desempenho da CPU
  15. Desative a iluminação do teclado
  16. Teste vários navegadores


Veja passo a passo como cada dica funciona:

1. Verifique se o aparelho está com a bateria viciada.

Bateria viciada é um problema bastante comum em vários notebooks. De nada adianta tomar qualquer outra medida da lista se o problema for “físico” e não com o uso ou com as configurações do seu dispositivo.

Analisar se a sua bateria está viciada é muito simples, basta carregar o notebook e utilizá-lo normalmente. De comum, uma bateria viciada pode permanecer horas na tomada (recarregando) e ao utilizar você irá notar quedas e desligamento ou avisos sequentes de bateria fraca (como se não tivesse ficado nenhum minuto conectado).

Cargas muito rápidas também são suspeitas. O notebook não pode de uma hora para outra carregar na “velocidade da luz” algo que ele sempre levou alguns minutos para efetuar. Então, fique de olho!

Dicas para recuperar a bateria viciada do notebook: A dica mais importante é que você nem deixe a bateria do seu notebook chegar a este ponto. Tomar os cuidados necessários e utilizar com responsabilidade (seguindo alguns outros passos da lista) é a melhor alternativa para que você não tenha esse problema com a bateria.

Caso a bateria do seu componente já esteja viciada opte pelo “congelamento”. Isto mesmo, congelar a bateria! Esta técnica é usada a muito tempo e com diversos depoimentos ela vem ganhando uma atenção especial, principalmente dos mais corajosos.

Mas atenção! Não são todas as baterias que podem ser congeladas. Primeiramente analise os pontos abaixo e veja em qual deles a bateria do seu notebook se encaixa:

  • Bateria de NiMH ou NiCD: Envolva a bateria em um plástico vedado, deixe no congelador por 12 horas, em seguida basta retirar e aguardar o descongelamento total do componente, cerca de 5 horas. Após isto você deve colocá-la no notebook e efetuar uma nova recarga completa. *É importante lembrar que você deve aguardar o descongelamento total para evitar qualquer dano na re-instalação).

  • Bateria de Li-ion (íon de lítio) ou Li-po (polímero de lítio): Não devem ser congeladas. Neste tipo de bateria fazer isso pode até ser perigoso. É indicado que você troque o componente ou opte pela recalibragem da bateria (caso funcione).

Blog Apple Air 13 polegadas

2. Utilize o software antes de recorrer ao hardware

Caso a sua bateria não esteja viciada e não houver nenhum problema de hardware você pode optar por configurar algumas opções simples do Windows, com passos práticos e rápidos:

Basta acessar o painel de controle do seu notebook ou digitar na barra do menu iniciar a frase: “plano de energia”. Você entrará em uma opção com três preferências de plano:

  • Equilibrado
  • Alto desempenho
  • Economia de energia

Veja também: Os melhores Smartphones Android

Basta analisar o que cada um oferece ao seu sistema e escolher a opção que você quer, economizando ainda mais a bateria.

Você também pode acessar as configurações do sistemaenergia e suspensão e modificar alguns recursos de uso da bateria com a tela. Com explicações claras e simples você poderá analisar e modificar o tempo para suspensão ou desligamento de tela, para economia de bateria.

3. Desative o Wi-Fi ou Bluetooth do notebook

Desativar o Wi-Fi ou o Bluetooth (caso o seu notebook tenha essas conexão) também colabora para um menor gasto energético. Caso você esteja sempre conectado, poderá desativar apenas um deles, o que mais será útil para o seu uso diário, isso pode significar uma excelente otimização da bateria, com muito mais desempenho de uso.  

Caso ache mais simples, utilize a opção “Modo Avião”, isso desativará as conexões e poupará seu trabalho reativando uma de cada vez.

4. Diminua o brilho da tela

A tela, num geral está entre os maiores consumidores de bateria do seu notebook. Muito além do brilho, cada composição do display colabora para mais gasto de energia do que você pode imaginar.

Algumas soluções simples podem ser tomadas para que você preserve ainda mais a bateria do seu notebook, colaborando também para uma saúde visual mais eficaz e sem danos causados pelo brilho excessivo da tela.

Veja também: Loja de TVs Cissa Magazine

Uma das opções de ajuste super simples é trocar o plano de fundo da sua área de trabalho por um fundo totalmente preto ou o mais escuro possível, quanto mais cor e mais luz, maior será a alimentação de todos estes pixels em tela e consequentemente maior será o gasto energético.

A segunda opção é modificar manualmente o brilho da tela. Normalmente a maioria dos notebooks possuem ajustes de brilho diretamente em suas teclas, ajustada junto a opção de função ”FN”. Caso o seu modelo não possua, basta clicar no ícone da bateria no canto inferior direito da tela (próximo ao relógio) e ajustar o brilho conforme a sua necessidade.

Caso você queira um brilho totalmente personalizado, vá até configurações de energia e suspensão e acesse ao final da janela a opção configurações de energia adicionais. Lá você terá um acesso em forma de barra ao fim da janela para ajustar exatamente o brilho que você deseja, seja para uma maior economia energética ou para uma visibilidade otimizada.

Blog Asus VivoBook Max 15.6

5. Saiba administrar o uso do seu notebook

Programas pesados e diversos conteúdos abertos ao mesmo tempo podem causar um gasto muito grande de bateria. Desativar programas em segundo plano ou escolher de forma consciente o que você está utilizando no momento é a opção mais indicada para poupar tanto a energia do seu notebook, quanto a demanda e sobrecarga de memória e CPU.

Normalmente você nem consegue utilizar tantas opções de uma vez, então fique de olho e quando possível, feche aquela aba, game ou aplicativo que você esqueceu aberto.

6. Desconecte os dispositivo USB possíveis

Obviamente o seu mouse, teclado ou dispositivo USB puxa alguma energia quando conectado ao notebook e isso fica bastante evidente quando observamos a emissão de LEDs e pontos iluminados nos dispositivos móveis integrados.

Caso você queira economizar ainda mais a bateria do seu notebook, basta desconectar todos os acessórios e dispositivos integrados às portas USB como: cartões, fones de ouvido, HDs e tudo mais que for possível, dessa forma a economia será garantida e você poderá aproveitar ainda mais a sua bateria, sem problemas com sustos ou gastos extremos.

7. Utilize o notebook preferencialmente em locais frescos e arejados

Você pode utilizar o seu notebook com games, aplicativos mais pesados ou outros meios que façam com que ele aqueça por usos intensos. Coolers são uma ótima pedida para controlar a temperatura e evitar qualquer sobrecarga do sistema, mas não se a sua intenção for a economia energética.

Neste momento é que você deverá escolher se prefere um sistema mais potente e resfriado ou com uma maior capacidade de bateria.

Veja também: Categoria completa de Macbooks da Cissa Magazine

Coolers são responsáveis por um gasto enorme de bateria dos notebooks, o que significa que você pode abolir a utilização deles em momentos que a bateria do seu sistema for a prioridade.

E se você achar que o aquecimento persiste, mesmo nos usos mais “suaves”, tente mudar o ambiente alocando o notebook em um local mais fresco e arejado, isso irá garantir um controle maior do aquecimento poupando ainda mais bateria.

8. Desligue por completo se não estiver mais utilizando

Desligar o computador é uma das opções mais simples e mais indicada por diversos especialistas da área. Mas apesar de ser bem óbvia ela dificilmente é seguida. A maioria dos usuários costuma apenas fechar a tampa do notebook ou deixá-lo parado em “stand by”, esta utilização, pouco recomendada, é uma das responsáveis por consumir grande parte da bateria nos momentos em que você deixa o sistema parado.

Já deve ter ocorrido com você situações como: carregar por completo a bateria do notebook e reutilizá-lo alguns dias após, apenas fechando a tampa ou deixando-o parado. Quando você ativa o sistema, a bateria está zerada ou praticamente no fim. Isto é mais comum do que você imagina e é a prova de que o aparelho realmente gasta muita energia, mesmo quando parado.

Então, a dica aqui é que você sempre desligue por completo o seu notebook no momento em que não for mais utilizar. Ligar a cada vez pode parecer um pouco chato, mas ainda assim é mais vantajoso para poupar bateria e garantir ao seu PC um uso livre das tomadas por muito mais tempo.

Blog Samsung Expert X23 15.6

9. Se possível, carregue toda a bateria com o notebook desligado

A recalibragem da bateria é um dos métodos mais seguros e indicados para tentar salvar a bateria de possíveis “vícios”, além de prolongar sua vida útil ao máximo possível. A vantagem deste método de utilização (em relação ao congelamento) é que ele pode ser utilizado em qualquer tipo de bateria, com praticamente nenhum risco a você (com explosões) ou danos ao seu notebook.

Fazer a calibração é bastante simples, apenas exige um pouco de paciência para efetuar da forma correta e garantir o máximo desempenho para o seu sistema. Para calibrar a bateria do seu notebook, faça os seguintes passos:

  • Recarregue o notebook (bateria) até que ele complete 100% do potencial energético. Para saber se você realmente atingiu o 100% (o máximo do máximo) é necessário que aguarde até que o indicador de bateria do notebook aponte o “100%”, neste momento você deve mantê-lo no conector por mais uma ou duas horas. Só assim você poderá garantir que a recarga foi realmente completa.
    Lembre-se também! Para fazer uma recalibragem mais eficiente tente não usar o notebook nesse primeiro momento. Aguarde todo o processo de recarga e certifique-se de ter completado.

Blog Melhores PCs Gamers

  • Após o primeiro passo será o momento de você desfrutar de qualquer uso intensivo do notebook, esgotando completamente a bateria. Tente otimizar o gasto assistindo filmes, vídeos, com games mais pesados e diversas ações do seu interesse, tudo que faça a bateria gastar por completo.
    É importante salientar que a carga completa do notebook estará feita quando até os LEDs de qualquer indicação se apagam. Muitas vezes a tela se apaga como se o dispositivo estivesse esgotado, mas alguns LEDs ou iluminação do teclado continuam acesas. Aguarde até que tudo esteja apagado e a bateria completamente esgotada.

  • Deixe o seu notebook desconectado da tomada e parado de 3 a 5 horas depois de ter feito os dois primeiros passos. Como mencionado ao final do segundo passo, é importante garantir que não sobre nenhum resquício de bateria que vá interferir na calibragem.Feitos todos os passos anteriores, basta que você recarregue novamente até completar 100% da capacidade. Pronto! Está feito a sua calibragem de bateria. Teste o funcionamento utilizando o notebook normalmente e se algum erro persistir, indicamos a você trocar a bateria (por um modelo compatível) ou tentar levar a uma assistência técnica autorizada.

Obs: você pode realizar a calibragem de dois em dois meses, se preferir.

10. Recalibre a bateria do seu Notebook de tempos em tempos

Carregar toda a bateria é uma opção indicada não só para a calibragem, mas também para manter um ritmo de uso mais seguro e com mais tendências à durabilidade. Você pode por exemplo deixá-lo em repouso por 48 horas carregando (se ele ligar sozinho, desligue), garantindo uma carga 100% completa, como no método anterior, mas sem a necessidade de descarregar e recarregar igualmente a cada vez.

Se você utiliza o notebook todos os dias, em um ritmo frequente, a indicação é que você não deixe que ela descarregue por completo. A soma de todos estes passos (carregar desligado por algumas vezes e não deixar que a bateria se esgote em usos intensos) são simples, mas bastante eficientes para que o seu sistema tenha um equilibrio de uso, criando um “padrão” de uso da bateria.

Você deve lembrar sempre, que como na maioria dos dispositivos (celulares, tablets e smartphones) o notebook também tem um tempo de vida útil limite para suas funções e para a bateria.
Quando você efetua todo e qualquer passo possível para otimizar esta bateria e mesmo assim ela não responde às suas necessidades é hora de cogitar uma troca desse componente ou até mesmo do seu notebook. 

11. Analise a quantidade de memória RAM do seu notebook

Experimente otimizar a bateria do seu notebook analisando outros atributos que não estão diretamente ligadas a ela.

A memória RAM é um deles. Por mais que você nem imagine, praticamente todos os pontos internos do seu sistema podem ser otimizados ou modificados em seu uso, afetando diretamente a durabilidade da bateria. Uma RAM mais eficiente irá garantir menos trabalho, poupando esforços do seu sistema e também a bateria.

Para efetuar esta dica você deve acessar as informações do sistema. Confira 3 formas:

  1. Clique com o botão direito do mouse (ou touchpad) em meu computador e acesse propriedades. Esta forma mostra as informações resumidas e mais básicas do sistema, incluindo a memória RAM e outros recursos.

  2. Utilize o atalho windows + R para abrir a função executar, no espaço indicado digite “msinfo32” e em seguida enter. Este método mostrará as informações detalhadas do sistema.

  3. Acesse o menu iniciar e no campo de busca digite informações do sistema. Esta é a forma mais simples entre as citadas e abre o menu detalhado de informações.

Feito estes passos você saberá a quantidade de memória RAM atual do seu sistema, agora basta saber se ela é o suficiente para o seu notebook.

Veja também: Categoria de Periféricos Cissa Magazine

Para saber se a memória RAM ainda é compatível com o seu sistema você pode acessar o gerenciador de tarefas utilizando a sequência ctrl + alt + del. Feito isto escolha a aba desempenho e clique na indicação de memória. Lá você encontrará diversas informações sobre a memória atual do seu sistema e se no campo (disponível) tiver um número muito próximo a zero é sinal de que o seu notebook está precisando de um UP na memória RAM.

Este método é um pouco mais técnico, mas bastante eficiente para quem deseja realmente otimizar a bateria do notebook. Quando a memória RAM é utilizada ao máximo a tendência do sistema é recorrer ao HD, usando-o como memória virtual. Isso afeta tanto o desempenho, quanto a bateria visto que este tipo de memória “captada do HD” é mais lenta que a RAM e exige mais de todos os componentes do seu notebook.

Blog Acer TravelMate P4 14

12. Retire a bateria para limpar de tempos em tempos

Assim como a calibragem, a limpeza da bateria também pode ser feita de dois em dois ou três em três meses, como for melhor para você e mais indicado para o seu caso.

Retire a bateria do notebook e limpe com álcool ou apenas com um pano seco (dando mais atenção aos contatos metálicos), isso irá garantir uma transferência mais eficiente de energia entre a bateria e o notebook, assim como também um maior tempo de vida útil para ela.

Ao realizar a limpeza é importante que você deixe a bateria secar completamente e que não haja nenhum vestígio de álcool ou sujeira aparente antes de conectá-la novamente ao notebook.

Tente fazer os passos sempre como indicado não utilizando outros produtos para a limpeza ou efetuando desmontagens perigosas da bateria. * Se você não se sentir seguro em momento algum leve o equipamento para a assistência técnica e relate os ocorridos ao técnico. Só assim você terá o auxílio e a garantia que precisa para manter o sistema 100% funcional.

13. Execute a desfragmentação de disco

Alguns dos passos citados aqui podem ser um pouco complicados para alguns usuários, então se você não tiver confiança para executar, indicamos que siga apenas com as indicações mais básica como calibragem, ou então recorra a um técnico.

A desfragmentação de disco é indicada para tornar todo o seu sistema mais eficiente, não apenas a bateria. A maioria dos modelos atuais de PCs e notebooks contam com um utilitário de desfragmentação, muito simples e rápido de acessar.

O objetivo da desfragmentação de disco, em um resumo simples, é organizar o HD e colocar tudo no lugar, por isso ela é indicada após todas as limpezas que você já tenha feito no sistema. Ela irá ordenar por completo todos os “arquivos soltos” do HD aumentando o espaço do disco rígido e facilitando as operações do sistema (incluindo é claro uma maior economia energética durante o uso).

Um sistema mais limpo e leve exige menos desempenho de bateria poupando gastos desnecessários e oferecendo ainda mais desempenho.

  • Para realizar uma desfragmentação de disco você pode realizar os seguintes passos: Menu iniciar → Programas → Desfragmentação de disco → opções → analisar. O sistema operacional normalmente avisa se esta ação é realmente necessária, basta você prosseguir com a desfragmentação e aguardar o programa realizar todo o procedimento. *A desfragmentação pode leva algum tempo, então aguarde até que finalize por completo para ter a certeza de que a limpeza foi concluída.

  • Caso você tenha outra versão do sistema operacional tente utilizar o menu iniciar e digitar na busca “desfragmentação”. Algumas versões apresentam-se como (desfragmentar e otimizar unidades). É a mesma coisa.  

Você pode realizar a desfragmentação de disco a cada dois ou três meses.

14. Reduza processos e melhore o desempenho da CPU

Você já deve ter acessado o Gerenciador de tarefas em algum momento que o seu sistema tenha travado, não é mesmo? Caso sim, esta dica funciona da mesma forma, caso não, vamos explicar como você deve proceder.

Os processos atuais do sistema ficam visíveis no Gerenciador de Tarefas (acesse pressionando ctrl + alt + del ou digitando “gerenciador de tarefas” no menu iniciar). Após abrir o utilitário vá até a aba “processos” e analise a coluna “CPU”, caso todos os números estejam zerados clique sobre a palavra “CPU” para organizar os processos atuais por primeiro.

Veja também: Categoria de Monitores Cissa Magazine

Fazendo isso já será possível visualizar quais programas estão ocupando maior desempenho do seu processador. Daí em diante fica ainda mais fácil, basta apertar com o botão direito do mouse sobre o processo e encerrá-lo.

É muito importante que você finalize apenas o que conhece. Desativar outros processos, comuns do sistema operacional, pode causar alterações e outros problemas. Então não faça! Caso precise, pesquise rapidamente para saber o que pode ou não ser finalizado no gerenciador de tarefas. Qualquer site de buscas oferece estas informações a você.

15. Desative a iluminação do teclado

Assim como a tela, mencionada anteriormente, a retroiluminação do teclado pode influenciar e muito no gasto de bateria do notebook. Para evitar isso você pode desativar a iluminação sempre que quiser, economizando ainda mais bateria.

Saiba como desligar a iluminação do teclado do notebook:

  • A maioria dos notebooks atuais possuem um atalho de tecla para ligar ou desligar a retroiluminação, normalmente localizada nas teclas F10, F11 ou F12 (você também poderá distinguir pelo símbolo de um tecla iluminada). Quase sempre esta opção está próxima as teclas de personalização de brilho de tela.

  • Caso você não tenha o atalho no teclado utilize o centro de mobilidade do windows pressionando ctrl + x.

Para reativar a iluminação, basta seguir os mesmo passos.

Blog Vaio FIT 15S 15,6

16. Teste vários navegadores

Em alguns sites de buscas e fóruns de testes feitos por usuários, existem afirmações de que alguns navegadores consomem mais bateria do sistema que outros. A Microsoft, por exemplo, afirma que o seu navegador, o Microsoft Edge, foi replanejado visando mais velocidade de uso e também menos gasto energético durante as operações.

Não há como comprovar se isso de fato acontece e se o navegador realmente influencia tanto assim na bateria. O que podemos indicar apenas, é que você faça um teste utilizando as mesmas funções do seu notebook em dois navegadores diferentes, um de cada vez. Deixe a bateria no mesmo ponto de carga e analise os padrões de desempenho que cada um tem a oferecer, junto com o gasto energético que você terá durante um determinado tempo.

Blog Os Smarts Mais Vendidos

Lembre-se que escolha certa deve vir pelo que mais vale a pena para você. Mesmo que se comprove o gasto de bateria diferenciado um navegador com mais desempenho (mesmo gastando mais) pode ter um efeito ainda mais positivo, acelerando suas funções e estando sempre apostos para todos os usos diários. Faça os testes e escolha a sua melhor opção.

E se você tiver mais algumas sugestão, dica ou método funcional (que não danifique o sistema) para otimização da bateria comente abaixo. Divida conosco as suas ideias e ajude outros usuários a melhorar ainda mais a durabilidade de bateria de seus notebooks.

Comentários