Você sabia que o Facebook está construindo drones?

Imagem do autor Jackson Bagatoli
Jackson Bagatoli
Especialista em tecnologia da Cissa Magazine
31/07/2015 1.284 visualizações comentarios

Depois de diversos comentários no mundo da internet sobre as intenções do Facebook de se tornar um provedor de serviços de Internet (ISP) para o mundo, a empresa deixou claro que estes não são bem seus planos. Desde o lançamento do site internet.org pelo Facebook, fica muito evidente a intenção da organização de conectar os 2/3 da população mundial que não possui acesso à Internet.

O Facebook, na verdade, está construindo drones gigantes. Ou melhor, um VANT (ou UAV), Veículo Aério Não Tripulado (ou Unmanned Aereal Vehicle). Estruturas que poderão ser testadas muito em breve, sendo que já está tudo pronto. Estas estruturas magnificamente bem pensadas foram detalhadas pelo próprio Facebook e também pelo próprio engenheiro responsável pelo projeto no Connectivity Labs.

Uma versão em escala completa— ou o tamanho final— do drone que distribuirá Internet para áreas menos beneficiadas pelos métodos tradicionais de conexão já está pronto e prestes a ser testado. Foi desenvolvido no Reino Unido, se chama Aquila e é um drone que pode permanecer por até 90 dias no ar, circulando uma área de aproximadamente 50 quilômetros de raio.

A máquina

Drone Aquila Facebook

Para possibilitar tal conquista, a aeronave foi construída com asas enormes e, ao mesmo tempo, leves.  Voará entre altitudes de 60.000 e 90.000 pés, em torno de 18 e 28 quilômetros. Durante o dia, permanecerá na faixa dos 90.000 pés para melhor captar energia solar, que é o que mantém o "drone-provedor" Aquila funcionando e carregando as células solares. À noite, o drone desce para 60.000 pés para consumir menos energia ao utilizar energia potencial gravitacional.

Além das soluções para o ar, soluções de comunicação com a terra e com outros drones também são necessárias. O drone enviará sinais para torres ou pratos de captação no solo, que então podem ser convertidos em WiFi ou LTE e captados pelos dispositivos dos usuários. Para tal, o Facebook está desenvolvendo comunicação laser que é 10X mais potente do que a tecnologia de ponta disponível hoje. Consegue entregar dados de 10 GB por segundo para um alvo do tamanho de uma moeda a uma distância de 16 Km.

As possibilidades

São infinitas as possibilidades que os UAVs do Facebook podem trazer às comunidades mais afastadas e a empresas que prestam serviços de Internet.

Todos os equipamentos de comunicação, captação e envio se encontram na fuselagem. As asas com envergadura gigante o mantêm no ar e captam energia. O laser envia e recebe informações do chão e de outros drones sobrevoando áreas vizinhas. Uma rede de drones/torres/roteadores/placas que se comunicam entre si e com as pessoas no solo. Uma ideia e projetos em andamento que têm tudo para dar certo com as parcerias certas e os testes com medições bem apuradas.

Como Funcionará o drone Aquila do Facebook

 O Aquila permitirá até mesmo conexão itinerante, talvez comunidades que se juntem para ter acesso à Internet em dias específicos e governos que se unam para compartilhar os gastos e os benefícios. Talvez (e muito provavelmente) as iniciativas do Facebook com os drones solares e também as do Google com balões de ar quente não sejam inteiramente altruístas, devem ter uma boa pitada de interesse comercial em atingir dois terços da população mundial.

Porém, de forma altruísta ou não, todos têm direito a conectividade, informação e oportunidades.

Mas o que você acha? Acredita que um dia estaremos realmente interligados por meio de formas alternativas?

Ou será que haverá alguma iniciativa mundial para instalação de fibra ótica mesmo em locais remotos que não tragam retorno financeiro?

Fonte: Facebook

Comentários