Qual a diferença entre CPU e GPU?

Imagem do autor Carla Valle
Carla Valle
Especialista em tecnologia da Cissa Magazine
10/06/2015 49.213 visualizações comentarios

 Você, com certeza, já deve ter chamado de CPU aquilo que seria o gabinete, não é mesmo? E é exatamente por isso que fizemos esta matéria, justamente para que você entenda a diferença destes dois componentes (CPU e GPU). O primeiro passo é explicá-los de formas separadas. Sem mais delongas, vamos lá!

CPU (unidade central de processamento) é o processador do computador. Você o encontra dentro do gabinete ou do seu smartphone. Suas funções são de modo mais geral, influenciam em basicamente todos os recursos do computador ou smartphone, desde o processamento de dados, a memória (cachê) e os cálculos dos seus eletrônicos. Em uma explicação mais simples e rápida, a CPU é o cérebro do seu computador.

GPU (unidade de processamento gráfico) também conhecido como VPU (unidade de processamento visual) é o processador da sua placa de vídeo. Apesar das novas tecnologias permitirem que as GPUs façam mais do que processar somente a placa de vídeo, sua principal função ainda continua sendo esta. São responsáveis pelos gráficos dos seus aparelhos eletrônicos.

Principais diferenças entre CPU e GPU

A diferença entre estes processadores é que a CPU pode fazer qualquer tipo de cálculo de processamento, incluindo os gráficos, porém, o processo através da CPU seria lento demais e por isto é utilizado um processador específico para esta função. A GPU abstém-se apenas a tarefa de realizar o processamento gráfico.

Resumindo de uma forma mais simples, a CPU abrange tudo que faz parte de um computador e seus dados, já a GPU abrange os gráficos em específico.

Diferença entre CPU e GPU

Como saber qual a melhor opção de GPU para meu eletrônico?

Obviamente você sempre quer o melhor em relação aos gráficos e visuais, seja qual for seu eletrônico. Mas existem alguns deles que necessitam de uma GPU mais forte para ter uma resposta visual melhor, como os vídeo games e computadores, especialmente os que serão utilizados para reproduzir jogos com gráficos muito pesados.

Conforme dito anteriormente, a GPU é o processador da placa de vídeo, por isto, quando for optar por um eletrônico e quiser saber a potência visual que ele terá, é de extrema importância que você faça uma análise dos elementos gerais desta placa e não somente da GPU. Para isso, existem algumas características que devem ser observadas:

  1. O Clock (ou Hertz): Assim como a CPU a GPU possui um sistema de velocidade de informações. Quanto maior o número do Clock (Hertz), mais rápida será a resposta do seu processador gráfico.

  2. Quadros por segundo: Esta opção refere-se à quantidade de imagens que a placa de vídeo consegue reproduzir por segundo. Similar à CPU que possui um processamento de dados por segundo, a GPU utiliza os quadros por segundo, e quanto maior este número, melhor a qualidade da placa.

  3. Memória (medida em Bytes (MB ou GB)): Nesta opção deve-se observar o tamanho do armazenamento de memória. Ela não representa necessariamente a capacidade desta placa de vídeo, mas pode definir, por exemplo, o melhor armazenamento e processamento de certos dados dos seus jogos. Como dito, ela não representa qualidade em termos de potência para a placa, mas obviamente, quanto mais espaço livre, melhor será a circulação das informações.

  4. Clock de memória: funciona de forma similar ao clock citado anteriormente, porém, é voltado especificamente para a memória da placa. Quanto maior o número de Hertz (clock) maior será a rapidez com que as informações serão exibidas em sua tela.

Estas são apenas algumas das muitas opções possíveis para se delimitar a escolha de uma boa GPU. Mas antes de comprar você deve sempre analisar qual será sua necessidade em relação a este componente, e se ele valerá a pena em relação ao a usabilidade e ao preço disponível no mercado.

E aí, ficou fácil entender o que cada termo significa? Esperamos ter ajudado!

Comentários