O que significam as letras E, G e H nos smartphones?

Imagem do autor Carla Valle
Carla Valle
Especialista em tecnologia da Cissa Magazine
15/06/2015 1.904 visualizações comentarios

Você sabe o que significam as letras E, G e H nos smartphones? Cada uma destas letras tem uma determinada definição, mas de um modo geral, elas significam a velocidade de conexão da sua internet, identificam a tecnologia móvel que seu aparelho está conectado no momento. 

Para seu melhor entendimento, acompanhe como surgiram estas tecnologias móveis e de onde são originadas.

O que significam as letras E, G e H nos smartphones?

O sistema global para comunicações móveis, ou simplesmente, GSM, é de onde as demais tecnologias das quais iremos comentar foram originadas. Ela hoje é usada por bilhões de pessoas, em diversos lugares do mundo. Essa rede foi criada para uma unificação no sistema de telefonia mundial, baixando custos e popularizando de vez o uso dos celulares. Você provavelmente não deve conhecer mais algumas das tecnologias como a troca de mensagens de texto (SMS) e a autenticação de chamadas só foram utilizadas após a integração do sistema GSM. 

Dados móveis Smartphone

Rede GPRS – G (Serviço de Rádio de Pacote Geral): criada no ano de 2000, com a finalidade de aumentar as taxas de transferências da rede GSM, transmitindo uma velocidade de 171 Kbps. Geralmente são utilizadas quando não há rede 3G, mas que ainda alcançam a 2G. Em tese unificando a Rede GPRS e a 2G pode-se chegar a uma velocidade referente a um 2,5G, consideravelmente lenta.

Acompanhe agora algumas das vantagens da rede GPRS:

  • A conexão GSM proporciona 9.6 Kbps de velocidade, contra uma velocidade muito superior da GPRS que vai de 40 a 144 Kbps;
  • Conexões rápidas e ativas permanentemente, contra uma conexão que varia entre 15 ou mais segundos da rede GSM;
  • Suporta conectividade virtual;
  • Permite a otimização dos recursos de rede das operadoras.

Rede EDGE – E (Taxa de Dados Ampliadas para a Evolução do GSM): já pode ser praticamente considerada uma tecnologia de terceira geração (3G), mais assim como a GPRS que tem um valor de 2.5G para definir sua velocidade o EDGE possui uma simbologia de 2.75G, representando um avanço da rede GPRS e funcionando a uma velocidade de 473 Kbps. Ele realmente é o avanço que antecede a rede 3G que conhecemos hoje. Foi elaborada no ano de 2003.

Veja algumas das melhorias dessa rede:

  • Transferência de dados três vezes maior que suas antecessoras;
  • Baixo custo;
  • Ótimo nível de segurança;
  • Tecnologia de transferência de dados mais usada na América do Sul.

 Rede HSPA – H (Acesso de Pacotes em Alta Velocidade): é aqui que chegamos à famosa rede 3G, com uma velocidade que vai até 14 Mbps (um valor comum para poucos países). Assim como suas antecessoras, a HSPA também costuma ter outras especificações, como 3.5G ou 3G+.

Veja algumas de suas especificações:

  • Melhoramento nas conexões;
  • Maior velocidade de transferência de dados;
  • Antecessora da 4G;
  • Transmissão via banda larga.

Conectando pessoas Smartphones

Como podemos ver o avanço em relação às tecnologias móveis só tem a crescer. E isto já está acontecendo. Apesar das redes conhecidas citadas a cima, um futuro próximo nos aguarda com uma promessa de até 100 Mb/s em velocidade de internet. Obviamente esta velocidade não se faz presente em muitos pontos do globo, incluindo aqui no Brasil, onde a rede é disponível, mas com uma velocidade muito menor a sua real capacidade. Esta rede é a chamada LTE ou então, rede 4G, muito potente e mais rápida que suas antecessoras, mas de qualquer modo ainda está em fase de utilização. Veja um pouco sobre a rede 4G e algumas de suas especificações.

  • Mais atual e rápida rede móvel da atualidade;
  • Tem uma expectativa de 1 bilhão de assinaturas até o fim do ano de 2015;
  • Alta velocidade de conexão;
  • Maior carregamento e transmissão de dados;
  • Ver filmes de alta definição;
  • Conexão muito mais estável.

Comentários