Os 23 Melhores Documentários para Assistir na Netflix

Imagem do autor Kelen Vargas
Kelen Vargas
Especialista em tecnologia da Cissa Magazine
04/06/2019 132.532 visualizações comentarios

Interessado em assistir bons documentários que agreguem mais conhecimento em sua vida? Ou mesmo que funcionem como um bom entretenimento? Que tal conferir uns títulos super interessantes que integram o catálogo da Netflix?

Blog Smarts Netflix

A famosa plataforma de streaming está recheada de ótimos documentários, com os mais diversos temas. E para ajudar você a se encontrar em meio a tantas opções do catálogo, é que separamos alguns dos melhores documentários para ver na Netflix.

A fim de oferecer boas opções de filmes e séries do gênero documentário para diferentes perfis, gostos e preferências, incluímos títulos com os mais diversos temas.

Tem documentário sobre saúde, alimentação, meio ambiente, documentário sobre o Steve Jobs, bem como títulos sobre tecnologia e suas abrangências. Incluímos documentários de terror, de histórias reais com fatos macabros; documentário sobre esportes, design, publicidade e muito mais!

Veja também:
→ Melhores Filmes de Suspense para Assistir na Netflix
→ Melhores Filmes de Terror para Assistir na Netflix
→ Pipoqueira: Opções Boas e Baratas para Comprar

Conhecimento nunca é demais e todos os itens da lista a seguir tem seu mérito dentro do que se propõe, cabe a você absorver o melhor daquilo que o conteúdo oferece. Mas não se preocupe! O máximo que pode acontecer é que, ao fim de assistir tantos documentários, sua mente fique repleta de informações, que podem te ajudar a preencher lacunas diversas, de forma mais fácil e inteligente.

Os 23 Melhores Documentários para Assistir na Netflix

1. One Strange Rock

Uma produção do National Geographic, o documentário One Strange Rock está disponível para assistir na Netflix, com a seguinte descrição: “ Apresentada por Will Smith, esta série acompanha oito astronautas que compartilham suas perspectivas sobre a terra, este planeta frágil e lindo que chamamos de lar”.

O documentário de 10 episódios ganhou forma pelas mãos do conceituado Darren Aronofsky (Requiem for a Dream e Cisne Negro). Sendo filmado em 45 países diferentes, a fim de aprofundar o conhecimento que achamos ter sobre nosso planeta.

Com isso temos um brilhante Will Smith, nos apresentando a “visão” de pessoas que já presenciaram as mais belas formas encontradas no planeta terra, lugares distantes - ou nem tanto - paisagens lindas, perigosas, frágeis e envolventes.

De tão incrível que a Terra é, que às vezes chega a ser bizarro! O lugar mais incrível de todos já descobertos, perfeito equilíbrio, fascinante, perigoso, único. Embarque nessa jornada de conhecer o lugar que você habita junto à infinitas outras espécies, uma “rocha estranha” que aqui, dignamente oferece uma explosão visual de cores.

One Strange Rock não é apenas sobre a natureza, mas também sobre como interagimos com ela, a forma como afetamos o único lugar em que podemos viver naturalmente. Dê play nesse documentário e acompanhe desde os primórdios da formação terrestre até às questões da atualidade.

2. Apenas Cães

Um documentário para encher os olhos e o coração, Apenas Cães nos apresenta emocionantes histórias entre cães e seus donos.

No documentário, vemos a importância mútua que um causa na vida do outro - humanos e cachorros.

Parafraseando o coprodutor Glenn Zipper: “Cachorros não apenas nos fazem sentir amados, eles também nos fazem sentir seguros. No mundo de hoje, não importa quão divididos estamos, deveríamos prestar atenção no quanto esses animais significam pra gente e como a relação com eles nos une”.

Com isso, acompanhamos 6 histórias incríveis que envolvem a relação desses adoráveis e espertos serzinhos com as pessoas. A cada episódio, um relato diferente e, não pense que serão só lágrimas - o que pode acontecer com os mais sensíveis - aqui são histórias reais, com finais felizes, apesar do desenrolar dos fatos.

Para quem gosta de cachorros, esta série documental é um prato cheio, em Apenas Cães é fácil criar empatia e acabar se identificando, não com os acontecimentos em si, mas com a forma como os cães agem com seus donos e vice versa.

3. Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy

Relatos de um dos maiores assassinos da história! Neste documentário Netflix, acompanhamos as palavras do serial killer Ted Bundy sobre seus próprios crimes, seu ponto de vista e perspectiva sobre os mesmos.

Ted Bundy em suas próprias palavras dão forma a esta série documental Netflix, onde sob a direção de Joe Berlinger (vencedor do Emmy) acompanhamos palavras reais de um  criminoso que chegou a desafiar os estereótipos de serial killer e conquistar um tipo de adoração perturbadora de muitas mulheres.

Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy está dando o que falar entre os usuários da plataforma e não por menos, se encontra entre os títulos mais relevantes da gigante de streaming.

Esta série conta, praticamente quase que a vida inteira de Ted Bundy, até ele “se tornar” um assassino em série. Com uma linha de tempo que organiza, digamos assim, os crimes cometidos, dos quais foram realizados em várias cidades dos Estados Unidos. Junto a simulações e ilustrações da conversa em que Ted Bundy fala sobre si e relata detalhes de todos os seus crimes.

Com uma abordagem inteligente e perspicaz foi construída uma narrativa que não apenas nos leva a conhecer um pouco mais sobre o que se passava na mente de um dois maiores assassinos da história, como também conhecer mais sobre como funciona o sistema judicial americano e algumas das falhas que foram cometidas no caso Ted Bundy.

4. Homecoming: A Film by Beyoncé

Muito brilho, carão, resistência e personalidade forte dão forma ao documentário de umas das maiores estrelas da música Pop, Beyoncé.

Neste documentário não acompanhamos a vida e carreira da artista, mas sim os bastidores e tudo por trás do que culminou na célebre performance da Beyoncé no Coachella Valley Music and Arts Festival de 2018.

Homecoming: A Film by Beyoncé nos coloca como telespectador do processo criativo de uma das mais aclamadas artistas da atualidade, incluindo imagens de arquivo pessoal e mostrando a aspiração de Beyoncé em celebrar a cultura negra.

Sucesso no catálogo da Netflix, Homecoming entrega uma obra de arte em conteúdo audiovisual da maior apresentação de Beyoncé feita até hoje. A cantora/dançarina/criadora/diva/fenômeno mundial escreveu, dirigiu e foi produtora-executiva do documentário.

Grandiosidade e importância em cada ato, em cada passo, em cada coreografia é passada da forma como a artista quer que vejamos e mais do que isso, sentimos.

Um documentário emocionante, encantador e que vai te deixar eufórico em frente a tela, ao que o filme documental consegue potencializar ainda mais todo o poder que já sabemos que Beyoncé tem no palco.

5. Take Your Pills

Entorpecimento de emoções, desempenho físico e foco. O documentário Take Your Pills fala da dependência em medicamentos para o desenvolvimento de certas atividades, incluindo estudar, maior eficácia no trabalho, beleza, etc.

Com o tempo cada vez mais corrido, onde o dia é abarrotado de tarefas a serem cumpridas, a busca constante por disposição ininterrupta, se sair bem em provas, conseguir focar nos estudos, tudo isso está fazendo as pessoas recorrerem ao uso de drogas estimulantes que cumprem tais propósitos.

Take Your Pills fala sobre drogas para aumentar a produtividade, abrindo um debate sobre os costumes e alienação da sociedade atual. No qual a constante em  competitividade e a alta demanda por resultados acabam levando os indivíduos a extrema exaustão e, neste ponto, as pílulas podem ajudar.

Em meio a tudo isso, estimulantes como Adderall, Vyvanse e Ritalin se tornaram uma indústria de mais de 13 bilhões de dólares na América. Medicamentos que funcionam para certos fins, mas qual o preço a ser pago? E não estamos falando de valor monetário.

6. Feminists: What Were They Thinking?

Um documentário original Netflix que nos coloca por dentro do assunto Feminismo, um tema necessário, que aqui ganha inteligentes falas e pontos de vista.

Como as histórias do passado abriram caminho para o futuro - mais livre e longe das amarras que designavam certos “papéis” a serem seguidos pelas mulheres.

O documentário faz-se entender, opressões não são meras coincidências – são estruturas. E através de sinceras palavras de fascinantes mulheres como Jane Fonda, Lily Tomlin, Judy Chicago, Kate Millet, Phyllis Chesler e Laurie Anderson, nos envolvemos em um aprendizado de como as “mulheres foram, são e como devem ser tratadas”.

Abordando temas como identidade, aborto, raça, maternidade, influências na infância, somos apresentados a uma explicação do que é Feminismo, afinal de contas o que elas estavam pensando? Em suma,  igualdade de gênero e a valorização do papel da mulher na sociedade, longe de “mimimis” está um movimento político e social importantíssimo.

7. Terra

O planeta terra, ou melhor, a destruição em massa que os seres humanos estão causando é tema para muitos documentários. Neste, intitulado Terra, de forma direta, somos tirados de nossa zona de conforto e encarar o absurdo que causamos às outras espécies ao mesmo tempo em que condenamos a nossa própria.

Terra é um documentário de Yann Arthus-Bertrand e Michael Pitiot, produzido por Hope Production. Mostrando a vida na Terra em meio a um visual deslumbrante que explora a vida no planeta e a rica diversidade nele presente.

Ao procurar por este título na Netflix, está a seguinte descrição: “Com visual arrebatador, este documentário reflete sobre nossa relação com outras criaturas do mundo à medida que a humanidade se afasta cada vez mais da natureza”.

Premissa para uma viagem que te espera através da tela, com cenas grandiosas e realista mostra as faces de uma planeta lindo, tal como devastado.

Um filme para repensar a vida na Terra, e entender que nos afastar da compaixão para com as outras espécies, é condenar a nossa própria, ao que somos totalmente dependentes da natureza, mas estamos destruindo ela, e não é aos poucos.

8. Malala

“Há um momento em que você tem de escolher entre silenciar e se rebelar”. Estas são palavras de Malala, uma jovem paquistanesa que foi baleada ao defender a educação feminina em seu país.

Neste documentário, acompanhamos a história de uma jovem garota, que levou um tiro na cabeça por ousar em sugerir que meninas também deviam ir à escola.

Uma extraordinária história real, inspiradora e emocionante, sobre uma menina que fez de suas palavras mais poderosas que qualquer arma. Malala conquistou o título de mais jovem ganhadora do Nobel da Paz em 2014, não por menos, ela fala em nome de muitos, sua voz dá visibilidade e causa mudanças, fazendo com que a educação seja para todos.

Malala é a prova de que uma pessoa pode sim fazer a diferença e influenciar uma multidão a seguir o mesmo caminho; revolucionar e se fazer entender. O documentário mostra a vida antes e depois do atentado à Malala, falando de sua luta em defender o direito à educação às mulheres.

Questões como educação, ativismo e igualdade de gênero, atrelado à perseverança e não se deixar abater quanto ao que se acredita, dão forma a um documentário inspirador e emocionante que vale muito a pena conferir na Netflix.

Uma garota inteligente, divertida e extremamente carismática, que resistiu a um triste e covarde episódio e hoje faz sua voz ecoar no mundo todo.

9. Minimalism: A Documentary About The Important Things

Dirigido por Matt D'Avella, o documentário Minimalism nos leva a conhecer o estilo de vida dos amigos Joshua Millburn e Ryan Nicodemus, onde a ideia central pode ser o conceito de “menos é mais”, no qual a vida atual deles se baseia.

Digo Vida Atual porque Joshua e Ryan já foram executivos muito bem sucedidos, ganharam muito dinheiro e prestígio em suas vidas profissionais, mas acabaram por descobrir que a felicidade pode não estar no que a sociedade continuamente impõe - bem longe do consumismo, encontramos o Minimalismo.

No documentário Minimalism , é deixado claro que a ideia deles não foca em nada radical, o objetivo não está em se livrar de tudo quanto é bem material, e sim aqueles que excedem muito o necessário, coisas superficiais, que por vezes acabamos comprando apenas para suprir uma necessidade que criamos com o intuito de obter algo, que no fim não tinha realmente um propósito, e sim, somente por consumismo e materialismo.

Minimalism apresenta uma perspectiva superinteressante , enfatizando “o que eu sou não depende dos meus bens materiais” e as distorções sobre o que realmente precisamos e não o que a mídia e a publicidade em massa nos fazem  acreditar que é importante comprar.

Assistir o documentário Minimalism: A Documentary About The Important Things pode tirar os mais consumistas da zona de conforto, tal como enfatizar a ideia de experienciar o que está ao nosso alcance, ao invés de buscar comprar e ter posse de tudo a nossa volta.

10. Explicando

Explicando é uma produção original da Netflix, a qual se encontra entre os títulos mais relevantes da plataforma. Em formato de documentário abrange aos mais variados assuntos, os episódios são curtos, com duração de no máximo 20 minutos.

Cada episódio trata de forma clara e objetiva sobre determinado assunto, temas que abrangem alguma lacuna social, assuntos complexos e por vezes até polêmicos.

Alguns dos assuntos já debatidos em Explicando falam sobre vida extraterrestre, influência de games, o mercado de ações, maconha. E ainda levanta e debate questões como Porque as Dietas dão errado? Astrologia é verdade, funciona? Porque as mulheres ganham menos? Podemos viver para sempre?

O documentário Explicando pode não ter a exata resposta para tudo, mas consegue passar muitas informações e esclarecer bastantes dúvidas que você possa ter sobre determinado assunto. Das duas uma, ou você esclarece pensamentos, ou em meio a tantas informações mais dúvidas podem surgir.

11. Steve Jobs: The Lost Interview

Se você assina Netflix pode ter acesso na íntegra a uma entrevista perdida de Steve Jobs, ao que a plataforma de streaming resgatou uma entrevista de 1995, que o visionário concedeu ao programa Triumph of the Nerds.

Na entrevista, Steve Jobs fala abertamente sobre a sua juventude, a construção de suas primeiras ideias, sucesso e insucesso, primeiras experiências com computadores pessoais, a concorrência com a Microsoft, sua saída da Apple, ainda histórias e mitos que rondam a construção de sua extrema influência na vida da sociedade contemporânea.

Não espere descobrir os segredos do imenso sucesso da Apple, mas se você quer saber mais sobre a genialidade de Jobs - tanto quanto sua complexidade - esse documentário tem a oferecer bem mais do que muitos dos livros de biografia de Steve Jobs.

12. Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade

No documentário Cowspiracy, Kip Andersen e Keegan Kuhn mostram o porquê de a pecuária ser a indústria que mais destrói o planeta, tal como recursos naturais.

O processo todo de produção que leva ao consumo da carne é destrutivo, mas porque as organizações ambientais não contestam nem falam sobre o assunto? O documentário traz descobertas sobre o que está por trás da indústria pecuária.

O trabalho feito por Kip e Keegan é louvável , ao que são destemidos em ir em busca de soluções que, de fato, possam acarretar resultados para as questões ambientais e levar a uma vida sustentável,  descartando “possíveis” soluções superficiais e palavras vazias.

Não precisamos ir muito longe para entender o real motivo por trás de grandes negócios realizados no planeta, o dinheiro, mesmo que este possa não ser capaz de salvar e desfazer a destruição que vem causando. Este é o ponto do documentário Cowspiracy, debater alternativas viáveis, para que a humanidade de fato prospere, sem arruinar tudo a sua volta.

13. Making a Murderer

Este documentário da Netflix nos leva a conhecer a história de  Steven Avery, que fora condenado a passar 32 anos na prisão por um crime que não cometeu. Após 18 anos recluso, um exame de DNA comprovou que Steven não era culpado pelo crime que foi acusado de cometer.

O homem processa o Estado pelo ocorrido e recorre a uma indenização por todos os anos que foi injustiçado. Mas pouco tempo depois, as notícias voltam a ganhar força, desta vez Steven Avery é acusado e considerado principal suspeito do assassinato de Teresa Halbach, uma jornalista.

A série documental Making a Murderer gira em torno dos fatos reais que aconteceram por anos em torno da vida condenada a um tribunal de Steven Avery e como a influência da mídia era capaz de distorcer os fatos de um modo surreal.

Making a Murderer mostra as contradições do caso, bem como a polícia e responsáveis pela investigação, que pareciam fazer de tudo para condená-lo, como se quisessem um culpado a qualquer custo, mesmo que não fosse o verdadeiro.

14. What the Health

What the Health é um documentário que causa certa polêmica, desmascarando e expondo informações que as grandes indústrias não querem que você saiba.

A manipulação e distorção de fatos em massa feita pelas empresas Farmacêuticas e Alimentares é apresentada no documentário. E desde a sua estreia em 2017 na Netflix, vem acarretando opiniões de todos os lados, argumentos tanto a favor quanto contra a ideia do documentário.

What the Health  é dos mesmos produtores de Cowspiracy - série citada anteriormente na lista. Aqui, Kip Andersen e Keegan Kuhn estruturam informações para provar os malefícios causados pelo consumo de produtos de origem animal - carnes vermelhas, de frango, peixe, ovos, leite e derivados. Em contrapartida, compara com os benefícios que uma dieta vegana pode trazer, apresentando alternativas naturais e soluções saudáveis.

No documentário, os produtores se mostram em busca de respostas que as empresas se recusam a fornecer, bem como a corrupção por trás de todo o mecanismo e produção em massa de produtos de origem animal.

O filme documental What the Health conta com a participação de médicos como Michael Greger, Neal Barnard e Kim A. Williams, que acreditam e comprovam a veracidade de uma alimentação livre de produtos de origem animal.

15. From Business to Being

A desconexão com o próprio ser pode acarretar problemas sérios na nossa saúde. From Business to Being é um documentário visto como uma alternativa para ajudar aqueles que sofrem de pressões decorrentes de rotinas desgastantes.

Com base nas ideias de diferentes profissionais, o documentário une táticas e formas de se combater a depressão, esgotamento e estresse.

O foco e ideia central de From Business to Being é debater e combater o esgotamento profissional, como fazer com que a tarefa que desempenhamos na maior parte do dia não seja a causadora de problemas também fora desse período.

O documentário apresenta a realidade de empresários bem sucedidos, que comandam grandes empresas e ganham muito dinheiro, mas precisam lidar com o outro lado da moeda, que inclui pressão constante, esgotamento mental e físico, que podem levar a depressão e outras doenças.

From Business to Being conta com relatos de grandes empresários que, se vendo em uma situação de vida profissional, mesmo que “bem sucedida”, não estavam satisfeitos, muito menos saudáveis. É um documentário útil e que vale a pena ser visto por todos os líderes, funcionários, empreendedores e especialistas.

16. Happy

O que é felicidade? Qual a forma mais genuína de alegria? Questões como estas são abordadas do documentário Happy, apresentando ideias de como podemos viver melhor e experimentar a felicidade genuína, que não está em grandes acontecimentos em nossa existência, mas nos pequenos detalhes que deixamos passar e não nos damos conta da importância.

A premissa pode parecer clichê a primeiro momento, mas é mais necessário do que você possa imaginar. O documentário Happy é um filme que precisa se propagar e chegar ao máximo de pessoas possíveis.

Não exite em dar play nesse filme documental na Netflix e acabar por conhecer histórias de felicidade genuína, mostradas em diferentes culturas, ao que o produtor decorre pelos mais variados países - dentre eles o Estados Unidos, Brasil, Namíbia, Dinamarca,  Índia, Escócia, Quênia, Japão, Butão e China.

Ao chegar ao final do filme, provavelmente você vai estar contestando e reconhecendo tantas coisas na sua vida que nunca havia se permitido entender. Sim, se permitido, porque a felicidade é simples, nós é quem a complicamos.

Caso você precise de fatos mais concretos e quer entender o fator felicidade de um modo mais científico, Happy é preciso nisso também, pois conta com a participação de especialistas, psicólogos e neurocientistas.

 17. The Keepers

Para quem se interessa em conhecer relatos e histórias horripilantes e intrigantes, o documentário The Keepers é uma boa pedida para assistir na Netflix.

Partindo da misteriosa morte da freira Catherine na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, somos levados a conhecer crimes reais e sombrios envolvendo a Igreja Católica - pedofilia e outros atos hediondos cometidos por sacerdotes.

A freira Catherine desapareceu no ano de 1969, meses depois seu corpo foi encontrado violentado e sem vida. Tal acontecimento culminou em uma comoção geral na região, e fazendo com que crimes tão angustiantes como este, viessem a tona.

O documentário se estrutura em sete episódios, que mostram depoimentos de membros da comunidade, como ex- alunas da instituição onde Catherine estudava e ex-policiais da cidade, a fim de tentar desvendar a verdade por trás deste e outros crimes da mesma natureza, que aconteceram na cidade e decorrem até hoje sem solução.

O foco do documentário não está em debater nem desmerecer elementos religiosos, mas sim mostrar o pior do homem, do que o ser humano é capaz de fazer seja em meio a crenças ou não.

The Keepers é aterrorizante, principalmente por ser relatos reais, e a construção do visual que nos é apresentado caprichou em deixar tudo ainda mais horripilante, com fotos antigas, imagens em preto e branco, corredores de escolas e igrejas vazias, elementos que deixam tudo mais tenso e sombrio.

18. O Segredo

Ao dar play no documentário O Segredo na Netflix, você será levado a conhecer um antigo segredo que pode ter sido a chave para o sucesso de grandes mentes humanas, como Leonardo Da Vinci, Platão e Einstein.

O Segredo apresenta a visão de escritores, pesquisadores e filósofos sobre fragmentos que podem ser peças de um quebra cabeça que leva a humanidade a ter conhecimento de um segredo que decorre de séculos de tradições de literatura, filosofia e religiões, resultando em ser a chave para o Sucesso.

O filme documental busca compreender o poder mental e o quão superficial podem ser as mais diversas descobertas já feitas pelo homem. Quando o que menos temos conhecimento e profundidade é no próprio ser que somos e nossa capacidade de evolução.

Blog Categoria SmartTV

19. She's Beautiful When She's Angry

O documentário de 2014  She's Beautiful When She's Angry passa uma visão precisa sobre o empoderamento e coragem, das mulheres que deram voz ao Movimento Feminista nos Estados Unidos, que teve início na década de 1960.

She's Beautiful When She's Angry é um documentário histórico que traz uma pauta mais que importante. De forma inspiradora, passa a realidade, força e as dificuldades do início de uma luta que continua até os dias de hoje.

Conhecer a história é importante para não se deixar levar pelos estereótipos infelizes atribuídos ao movimento feminista, e ver como alguns pensamentos e atos absurdos no que diz respeito ao que uma mulher “pode e deve ou não fazer e ser” percorrem ainda na nossa sociedade atual.

20. Ícaro

Ícaro é um filme original Netflix e foi o primeiro documentário de produção original da plataforma de streaming a ganhar um Oscar. Dirigido por Bryan Fogel, o filme documental trata sobre o uso de doping no ciclismo competitivo.

A pretensão inicial não era exatamente essa, mas o que era para ser um plano de teste do quão fácil poderia ser burlar um sistema de anti doping, acabou colocando a produção de Ícaro em meio a um dos maiores escândalos na história do esporte mundial.

O documentário vai envolver ainda a temida agência russa de segurança, mais precisamente, o Dr. Grigory Rodchenkov, um médico e cientista que trabalhou em meio a delegações olímpicas e era responsável por facilitar o programa de doping patrocinado pela Rússia.

21. Abstract: The Art of Design

Abstract: The Art of Design é um documentário que abrange a arte contemporânea, trazendo grandes nomes deste meio, como a designer Paula Scher - que dentre seus trabalhos, criou nada menos que a logo do Windows 8 - o  ilustrador Christoph Niemann e o fotógrafo Platon.

A série documental é estruturada em 8 episódios e em cada episódio um designer/criador/cenógrafo/arquiteto/fotógrafo de diferentes ramos é apresentado e podemos acompanhar um pouco de como funciona os bastidores de suas criações.

A ideia central do documentário é entender o que motiva e inspira os designers a criarem e o poder que suas criações têm sobre a vida da sociedade atual. Abstract: The Art of Design é informativo e inspirador; encanta aqueles que admiram o ramo, bem como desmistifica a ideia do que é ser designer.

22. Quanto Tempo o Tempo Tem

Porque estamos sempre correndo contra o tempo? Esta dúvida é debatida no documentário Quanto Tempo o Tempo Tem, bem como demais questões que envolvem as diferenças do conceito de tempo entre as civilizações.

Especialistas explanam e refletem sobre o tempo e os seus significados, tal como a falta de tempo e a corrida constante contra as horas do mundo contemporâneo.

Quanto Tempo o Tempo Tem é estruturada como uma pesquisa, com base filosófica, para entender esse fator que administra e controla o ritmo da população mundial e ainda se estende em refletir sobre o futuro da existência da raça humana.

Então não perca tempo (piadinhas à parte), e dê play nesse documentário na Netflix, se o que você curte são obras que fazem pensar e preencher lacunas intelectuais, esta é um ótimo título para assistir.

23. Seremos História?

Na busca de respostas do porque nada realmente é feito para evitar problemas que só vem se agravando em consequência do aquecimento global, Leonardo Dicaprio realiza uma trajetória pelo mundo em busca de opções para dissolução destes dilemas.

DiCaprio sempre se apresentou como defensor de causas de cunho ambiental, e neste documentário dirigido por Fisher Stevens, ele parte em busca de possíveis respostas para o que deve ser feito e medidas cabíveis para salvar - ou tentar salvar - o planeta.

Em Seremos História?  Leonardo Dicaprio visita lugares onde as mudanças climáticas já se fazem mais nitidamente presentes e acarretam inúmeros problemas, bem como ainda conversa e entrevista empresários, cientistas e representantes políticos de potências que contribuem para o aumento da taxa de destruição ambiental como Barack Obama - na época (2016) presidente dos EUA.

Um documentário importante e preciso que, de forma inteligente nos tira da zona de conforto, fazendo pensar e mais do que isso, instigando a considerar o que de fato pode ser feito para tentar recuperar o único lugar que sobrevivemos naturalmente - visto assim, chega a ser engraçado e aterrorizante ao mesmo tempo se compreendermos que estamos causando a nossa própria destruição e ainda a de infinitas outras espécies.

Comentários