Seu carrinho está vazio

As 25 Melhores Séries de Ação para Assistir na Netflix

Imagem do autor Kelen Francioni
Kelen Francioni
Especialista em tecnologia da Cissa Magazine
29/10/2019 211.015 visualizações comentarios

As obras de ação ganham destaque no infinito catálogo de sensacionais séries da Netflix. E não por pouco já que, se pararmos para pensar, a maioria dos telespectadores não dispensa uma boa trama com cenas de tirar o fôlego, de aumentar os batimentos cardíacos, com tiros, pancadaria, batalhas e reviravoltas.

Blog Smarts Netflix

O que dizer dos típicas situações que são impossíveis a menos que se trate de uma série ou filme de ação onde, cenas que incluem o protagonista estar em uma avião que está despencando dos ares e ainda assim precisar lutar com o vilão, para só depois decidir o que fazer para reverter o caso de sua possível morte certa.

Enfim, em todas as sua formas, o gênero de ação faz sucesso, e no catálogo da Netflix não seria diferente, sejam batalhas épicas com machados e espadas, seja um tiroteio, uma corrida de carros ou ainda super heróis salvando o planeta. O que importa é que tenham disputas que nos façam torcer pela vitória de alguém em cena - não necessariamente o herói, já que dependendo da trama, ele nem exista, tudo depende dos pontos de vista.

Veja também:
→ TVs de LED: Melhores Opções para Comprar
→ Melhores Séries de Drama para Assistir na Netflix
→ Melhores Séries de Ficção Científica para Assistir na Netflix

Confira abaixo os títulos que estão fazendo sucesso entre os usuários da plataforma de filmes Netflix.

* Vale o adendo: As séries não se encontram em ordem de importância na lista, cabe a você decidir qual a melhor entre as melhores. Divirta-se!

As 25 Melhores Séries de Ação para Assistir na Netflix

1. DayBreak

Uma boa série de aventura pode plenamente se encaixar no gênero de ação, até porque em DayBreak, um estilo bem MadMax é adotado, ou seja, cenas de ação embalam uma trama pós apocalíptica tomada por zumbis.

Ao misturar um monte de referências, DayBreak consegue atingir sua própria identidade e proporcionar um ótimo entretenimento. Onde após tudo ser dizimado por mísseis, sobrevivem apenas jovens e adolescentes, agora em um mundo sem adultos e sem regras.

Pois bem, essa premissa se desenvolve em meio às mais diversas referências POP, desde Zumbilândia à Stranger Things, ainda Star Wars e elementos de video games. Para ficar ainda mais envolvente a série ganha uma ótima trilha sonora, que embala os acontecimentos e deixa tudo mais empolgante.

Se você está procurando uma boa série de ação para assistir, dar play em DayBreak na Netflix é uma ótima pedida.

2. Titãs

Mais uma aposta certeira da Netflix no quesito adaptações, aqui conseguindo fazer jus ao que de melhor oferece o Universo Marvel.

Titãs é uma série de ação e aventura que vem conseguindo a proeza de agradar aos fãs dos já conhecidos personagens originais - HQs da DC Comics - ao mesmo tempo em que conquista um novo público.

Para tal, nos leva a acompanhar jovens heróis do Universo DC - onde o valente Dick Grayson e Rachel Roth - jovem possuída por uma estranha e poderosa escuridão - se envolvem em uma conspiração que pode trazer o inferno à Terra. Logo seus caminhos se cruzam com o da temperamental Estelar e o adorável Mutano. E juntos, eles se tornam uma equipe de heróis, mas também uma família.

Uma série de ação no melhor estilo do gênero, com a cereja do bolo em ser uma série de super heróis. Envolvendo cenas de violência e lutas muito bem coreografadas, tal como as instigantes e eufóricas cenas de utilização de poderes por parte dos heróis.

3. The Umbrella Academy

A série The Umbrella Academy está fazendo sucesso entre os usuários da grandiosa plataforma de streaming. Na trama, Sir Reginald Hargreeves, um milionário com intenções misteriosas adota sete crianças peculiares, a fim de treiná-las para combater o mal. 

Ainda na infância, as crianças, ao realizarem atos heróicos, são queridas pelo povo. Agora, jovens adultos, problemáticos e sem manterem contato entre si, diga-se de passagem, vão precisar se reencontrar devido a morte do pai adotivo Sir Reginald Hargreeves.

Em meio a isso, há de se considerar que a morte do misterioso milionário foi no mínimo suspeita, dada certas circunstâncias e isso os fará questionar e acabarem por se meter em um mundo muito mais perigoso do que eles imaginavam ser possível.

Uma família heróica disfuncional (?). A série The Umbrella Academy nos convida a presenciar misteriosos e instigantes acontecimentos em uma linha tênue que separa o que seria o bem e o mal - elementos que embasam histórias de heróis - aqui à sua própria forma, que encanta, instiga e causa euforia àquele em frente a tela.

4. Jessica Jones

A carismática e talentosa atriz Krysten Ritter dá vida a personagem Jessica Jones em uma trama que se desenvolve após a sua breve carreira de super heroína acabar. Agora, ela busca reconstruir sua vida pessoal e profissional, sendo uma detetive particular no bairro de Hell's Kitchen, em Nova York.

Mas fugir dos acontecimentos traumatizantes do passado não será nada fácil, muito menos controlar seus superpoderes, principalmente com a chegada de um sujeito nada agradável, Zebediah Kilgrave (David Tennant).

Regada a ótimas e muito bem construídas cenas de ação, a série Jessica Jones ainda se sai muito bem no quesito drama, tiradas cômicas e claro, sem perder o título de série de super herói.

5. DC’s Legends of Tomorrow

A ação é indispensável nos filmes e séries de super heróis, sendo o ponto alto das obras do gênero, nesta produção da DC para a Netflix, as cenas de lutas, perseguição e investigação dão forma a uma trama instigante, emocionante e eletrizante de muita ação.

Dando o pontapé inicial na trama: Rip Hunter - um misterioso viajante do tempo - vai precisar reunir um time não apenas de heróis, mas também vilões, para ajudar a evitar um apocalipse, o qual se destina a destruir além do planeta, o tempo.

Em meio a uma situação catastrófica desse tamanho, não se trata apenas de super heróis para impedir, mas sim lendas e, isso não quer dizer, necessariamente, apenas os mocinhos, mas sim, todos aqueles com poder para impedir que o pior aconteça.

DC’s Legends of Tomorrow é uma série baseada nos quadrinhos da DC Comics, unindo ação, aventura, ficção científica e fantasia que, culmina em uma das melhores séries da Netflix, visto que se encontra entre os títulos mais relevantes da plataforma.

6. Um Drink no Inferno

Baseado no filme clássico cult de Robert Rodriguez, From Dusk Till Dawn (Um Drink no Inferno) é a definição perfeita de série de ação, em seu melhor estilo. 

Dando o pontapé inicial na trama da série Um Drink no Inferno, a Netflix nos disponibiliza apenas a seguinte premissa: “Dois irmãos assaltantes cruzam policiais com sede de vingança e demônios famintos numa boate mexicana.”

O que se desenvolve a partir daí é uma narrativa hipnotizante, cenas que enchem os olhos e, que por vezes pode incomodar aos mais sensíveis. Para quem assistiu o clássico filme no qual a série fora inspirada, consegue notar as semelhanças, bem como uma reformulação muito bem construída da já contada história, aqui tomando novas proporções.

Se você é um amante de boas obras de ação e aventura, este título é uma ótima pedida; com narrativa redondinha e bem desenvolvida, personagens bem construídos, tão como ambientação, cenários e escolhas de cores precisas para nos envolver na trama e acabar maratonando a série.

7. Z Nation

Obras com narrativas pós apocalípticas e devastação total incluindo zumbis são sucesso entre os amantes de séries e filmes, principalmente quando o assunto é ação e, esta produção têm de sobra.

A série Z Nation tem sua trama desenvolvida partindo de uma epidemia zumbi que gerou uma devastação e caos total e, agora um grupo de sobreviventes precisa atravessar o país para levar a um centro de pesquisa, o único indivíduo que levou uma mordida de zumbi e sobreviveu, em busca da cura.

Mas, este sobrevivente que pode ser a cura (?) esconde alguns segredos obscuros e não tem a intenção de compartilhar com os demais. Com essa premissa a trama se desenvolve, desencadeando ótimas cenas de aventura, conseguindo ainda muitas tiradas cômicas, bem como momentos tensos e angustiantes.

Nas palavras de LaToya Ferguson (The A.V. Club): “Z Nation é uma série a que você assiste se quer ver tripas de zumbis espalhadas pela tela — e não há nada de errado em querer ver isso”.

8. La casa de papel

Um dos maiores sucessos da Netflix, La casa de papel conquista espaço entre as melhores séries da atualidade e, quando o quesito são séries de ação, o seriado consegue se destacar entre muitos títulos. Entregando uma trama pra lá de agitada, instigante e eufórica, que faz o telespectador dar play a cada novo episódio quando o atual termina.

Estando entre os títulos mais relevantes da plataforma de streaming, La Casa de Papel nos apresenta cenas de tirar o fôlego, ao que um indivíduo, que conhecemos apenas como Professor, lidera um grupo de oito criminosos para, nada mais nada menos, realizar um assalto à Casa da Moeda da Espanha.

O fenômeno La Casa de Papel apresenta a perigosa mistura de uma narrativa policial, junto a imprevisibilidade das relações humanas. O resultado? Uma da mais aclamadas séries de todos os tempos, agradando tão bem o grande público, quanto a crítica especializada.

9. The Walking Dead

A série que com 10 temporadas conquistou uma legião de fãs com o passar dos anos, ao que apresenta um mundo que fora dominado por zumbis e os sobreviventes precisam se unir para que a raça humana não seja extinguida.

Premissa que é apenas a pontinha do imenso “iceberg” que a é trama da série The Walking Dead. Com cenas de ação que nos fazem segurar o fôlego enquanto acontecem, sem que nem percebamos. 

Uma série com zumbis, mas que desenvolve uma narrativa muito mais complexa, emocionante e densa, nos fazendo refletir, tratando das relações humanas sob as mais diversas situações, incluindo as menos favoráveis e as diferentes formas de agir de pessoa para pessoa.

10. O Último Guardião

Uma produção Netflix que foge dos padrões hollywoodianos, a série O Último Guardião é ambientada na cidade de Istambul, cidade esta que precisará ser protegida das forças do mal por quem mais tarde descobrirá ser “The Protector” - adaptado para o brasileiro como “O Último Guardião”.

Em meio a certos acontecimentos, Hakan descobre estar designado para ser o próximo Protetor, um herói que carrega a missão de proteger a cidade de Istambul das ameaças dos Imortais - seres que querem espalhar caos e desordem no mundo - sem que o mundo real perceba.

Essa produção Netflix promete muita ação em uma narrativa com um misto de cultura, religião, embalados por uma pitada de drama. Elementos que já estamos acostumados, mas mostrados de uma forma bem diferente das “fórmulas prontas” que geralmente são apresentadas.

11. Vikings

Segundo lendas, Ragnar Lothbrok (Travis Fimmel) é descendente do grande Deus da Guerra, Odin. Na série Vikings, somos levados a acompanhar Lothbrok nas suas corajosas e arriscadas explorações por terras nunca antes desbravadas.

Ganhando cada vez mais notoriedade por seus feitos corajosos, Ragnar Lothbrok vai ampliar seu domínio nórdico. Mas claro que, para conquistar tamanho poder, terá que enfrentar batalhas desafiadoras.

A série Vikings foca e se desenvolve a partir de dois pontos, o gosto pelas batalhas, característica marcante do povo Viking - um povo guerreiro, bem como destemido. E as crenças do protagonista, que são basicamente o que movem as suas ações.

No que diz respeito as batalhas, são produções grandiosas, muito bem coreografadas, que enchem os olhos, tal como os cenários e fotografia. Fatores tão bem desenvolvidos que já renderam ao seriado alguns prêmios no que diz respeito a efeitos visuais e sonoros.

12. The Blacklist

Raymond Red Reddington (James Spader), um dos maiores e mais procurados criminosos dos Estados Unidos, resolve ajudar o FBI entregando diversos criminosos dos quais tem conhecimento, inclusive um terrorista que as pessoas acreditavam já estar morto.

Mas não a troca de nada, para realizar tal serviço, Reddington tem como condição que seja sob intermédio da novata Agente Elizabeth Keen (Megan Boone). O porquê desse pedido só descobrimos com o passar do episódios.

O que pode ser dito sem ser spoiler, é que as motivações de Reddington incluem segredos e revelações que dizem respeito ao seu passado e o de Keen, mesmo que ela não tenha conhecimento, a primeiro momento, sobre tais informações.

The Blacklist é um grande quebra cabeças que, com o decorrer da trama vai ganhando forma. Mas conforme os segredos vão se revelando, descobrimos que estes são apenas a ponta de um gigantesco iceberg de descobertas a serem feitas.

13. Gotham

Nesta série da DC, a ambientação na qual somos apresentados é uma Gotham City antes de Batman, ou melhor, a história que antecede e que culminou na chegada do grande herói que Bruce Wayne se tornara.

Na série Gotham, o detetive  James Gordon é o responsável por desvendar os mistérios por trás do assassinato mais intrigante de Gotham City, o do casal bilionário Thomas e Martha Wayne. 

Ao tentar desvendar o caso, Gordon vai se aproximar do único sobrevivente do fatídico acontecimento, filho do casal, o jovem Bruce Wayne. Com o qual passará a ter uma afeição muito grande. Tal relação, é consideravelmente importante para o futuro de Bruce e o seu desenvolvimento a ser o herói que está destinado a ser.

Além do detetive Gordon, acompanhamos grandes personagens que conduzem ou possuem certa relevância na história do homem Morcego, como Pinguim, Coringa, Duas Caras, Mulher Gato, Hera Venenosa, dentre outros.

14. Demolidor

Uma série que dispensa apresentações, Demolidor é sucesso na plataforma de streaming da Netflix, ao que nos coloca de frente para uma adaptação muito bem sucedida do herói cego da Marvel Comics - que passa bem longe de ser um super-herói convencional.

Matt Murdock é cego desde criança, mas isso não o impede de ser um justiceiro - durante o dia como um advogado e a noite como o Demolidor, que protege as ruas de Hell’s Kitchen, em Nova York.

Conheça o herói, suas aspirações e sua forma de fazer justiça, assista Demolidor e conclua ser uma das melhores séries de ação de todos os tempos, melhor ainda se você curte super-heróis.

Com o bônus de uma construção impecável da narrativa, que se faz firme, redondinha ao contar uma história que nos instiga a saber mais e mais e ficar preso em frente a tela, sem dúvidas uma série para maratonar.

15. Sobrevivendo a Escobar - Alias JJ

Juan Pablo Urrego (Alias JJ) que também é conhecido como "Popeye" integra o time de confiança do cartel de Medellín, não apenas, é o matador n° 1 do líder narcotraficante Pablo Escobar. Mas quando o cartel entra em colapso, ele acaba sendo preso e terá que lutar para continuar vivo. 

Vai descobrir que a guerra entre narcotraficantes não havia acabado após a morte de Escobar e vai precisar usar de suas melhores artimanhas para ganhar aliados e escapar de seus inimigos atrás das grades.

Em Sobrevivendo a Escobar - Alias JJ, temos uma “nova” visão do que foi essa imensa rede de crime organizado. Inspirada e recheada de detalhes verídicos, esta série continua as apostas da Netflix na história de Pablo Escobar, toda a repercussão e as consequências de tudo o que por ele foi criado e administrado.

16. O Justiceiro

Ao fazer justiça com as próprias mãos,  Frank Castle vai atrás dos responsáveis pela morte de sua esposa e filhos e acaba em meio a uma conspiração muito maior, a qual vai muito além da sua família.

Deste ponto em diante, Castle que é um veterano de guerra, passa a se vingar de todos os criminosos em seu caminho, ganhando o título de Justiceiro, elimina alvo a alvo com toda a sua brutalidade e natureza sanguinária. 

Uma trama que é envolta completamente por cenas épicas de ação, nos causa adrenalina e euforia em frente a tela, enquanto acompanhamos a bravura e determinação de um herói/vingador/justiceiro - ou anti herói, você decide.

O seriado ganha ares pesados e sombrios, cenas de grotesca violência, em meio a tramas angustiantes. Não chegam a incomodar e se saem muito bem em nos envolver em uma história que, não se encaixa nos padrões do “comuns super heróis” que fazem uso de poderes mágicos ou armas e trajes tecnológicos.

17. Supergirl

Vindo diretamente do planeta Krypton, a prima do Superman Kara Zor-El - Kara Danvers na terra - é a Supergirl e ganha espaço para mostrar a heroína que nasceu para ser.

Através da atriz Melissa Benoist a jovem heroína ganha vida, combatendo vilões, impedindo desastres e salvando pessoas. Dividindo a árdua tarefa de salvar o planeta, Kara ainda trabalha como assistente pessoal de uma celebridade da mídia.

Na série, Supergirl se encontra com heróis que integram o mesmo universo paralelo, como o Flash, que pode lhe dar uma mão na resolução de alguns problemas combatendo as forças do mal.

A Garota de Aço já tem 4 temporadas para chamar de sua - as três primeiras temporadas estão disponíveis na Netflix. Se você gosta de filmes de ação, com muita aventura e super heróis, corre agora para a Netflix e dá play na série SuperGirl, que você não vai se arrepender.

18. The Flash

Quando o assunto é série de ação, o homem mais veloz do planeta ganha espaço entre as melhores!

Quando um acelerador de partículas explode em Central City, um de seus raios acerta Barry Allen, o deixando em coma por 9 meses. Ao acordar, ele descobre que ganhou super poderes que o fazem se locomover inexplicavelmente rápido.

E em meio a mistérios e acontecimentos intrigantes, Barry usa sua incrível velocidade para salvar a cidade dos vilões que também receberam poderes do mesmo modo que ele.

The Flash vai se desenvolvendo em camadas, primeiro acompanhamos um jovem buscando respostas pela morte de sua mãe, do nada ganha superpoderes, precisa aprender a lidar com eles e descobrir do que é capaz e, logo vai experimentar um mundo de possibilidades que ser um “meta humano” o proporciona.

Viagens no tempo, vilões, meias verdades, acontecimentos sobrenaturais e muito mais envolvem a história do homem mais rápido do que qualquer ser humano no planeta. 

19. Arrow

Oliver Queen, um jovem milionário que foi dado como morto depois de sofrer um naufrágio, sobrevive em uma longínqua ilha, tendo que lidar com os mais diversos desafios, que vão mudar completamente o playboy que ele já fora um dia.

Depois de 5 anos após o acidente, Oliver é resgatado e volta para casa, onde terá que dar um jeito de arrumar tudo o que deixou quando foi dado como morto e ainda desvendar mistérios que incluem o seu “acidente”.

Em meio a tudo isso, Oliver ainda terá que manter Arrow nas sombras - uma espécie de vigilante que se tornou para combater o crime e livrar a cidade da corrupção. Usando apenas arco e flechas e as habilidades que aprendeu na ilha, vai desmascarar e se vingar daqueles que fizeram mau a ele e a sua família.

20. The Last Kingdom

Baseado nas Crônicas Saxônicas de Bernard Cornwell, o seriado The Last Kingdom nos leva a acompanhar a história das batalhas entre ingleses e vikings em meados do século IX.

Em The Last Kingdom acompanhamos uma trama inspirada em fatos verídicos que dizem respeito a queda da Inglaterra através das invasões vikings.

De uma lado, o rei Alfred luta para manter seu reino Wessex, o único que ainda consegue lidar com as invasões, de outro, um jovem de nome Uhtred que fora criado por vikings, mas é filho legítimo de um nobre saxão e precisa lidar com a pressão de escolher um dos lados.

Uma série de ação que abrange o heroísmo, amor, política, religião, lealdade, vingança e demais elementos que marcaram a idade média, pois a série consegue se apresentar como o conto de atos reais com toques de ficção e não o contrário.

21. O Atirador

Com uma trama cheia de reviravoltas, a série O Atirador acompanha a história do atirador naval Bob Lee Swagger (Ryan Phillippe), que até então vive isolado nas florestas do Arkansas por ter sido o culpado, mesmo que acidentalmente, pela morte de um inocente.

Mas em certo ponto, Bob terá que sair de seu exílio, pois foi persuadido a impedir um plano de atentado ao presidente. O que ele não esperava era ser traído e acabar sendo acusado de ter planejado o crime.

O Atirador é uma série recheada de boas cenas de ação, fazendo jus ao que de melhor o gênero de ação representa. Enquanto Bob Lee Swagger precisa fugir das autoridades, ainda precisa achar uma forma de provar que não tem nada a ver com o plano contra o presidente e para isso, achar o verdadeiro culpado.

Se você gosta do tema sniper, ação e suspense não deixe de conferir O Atirador na Netflix!

22. Ponto Cego

Uma mulher dentro de uma mala na Times Square, em seu corpo, nada de roupas, apenas tatuagens cobrem cada parte do seu corpo nu. Também sem memória, sem saber quem é e como foi parar naquela situação.

A primeira tatuagem a se destacar aos olhos do FBI é o nome do agente Kurt Weller e logo vão ligando os pontos de que cada traço tatuado no corpo daquela misteriosa mulher, diz respeito a um crime que está prestes a acontecer e precisa ser solucionado, antes que o pior aconteça.

Ponto Cego - no original BlindSpot - carrega tudo isso apenas em sua sinopse, agora imagine tudo o que pode acontecer no desenrolar dos fatos dessa trama.

É ação e drama para mais de metro, e porque não um pouco de suspense e mistério para ser a cereja do bolo? Ponto cego consegue prender o telespectador em frente a tela, buscando por respostas junto aos agentes do FBI.

23. Frontier

Muita ação e aventura ambientadas no século XVIII, em uma época de luta constante pelo controle local do comércio de pele - fator esse que é elemento principal e foco da trama da série Frontier.

Estrelando Jason Momoa (Game Of Thrones) como Declan Harp que, por seu próprios motivos, é a principal ameaça aos empresários da região - uma imbatível máquina de matar, que o faz em busca de vingança contra aqueles que mal o fizeram.

Em meio a disputa pelo mercado de peles, o ponto central fica em Lord Benton e Harp, ambos querer a morte um do outro. O motivo? Só assistindo para descobrir - a série já se encontra em sua terceira temporada na Netflix.

Frontier é mais uma história que, ao seu modo, harmoniza ação de um ambiente baseado em história real com elementos e desfechos fictícios que nos rendem maravilhosos e envolventes momentos em frente a tela. 

24. Marco Polo

Esta série se encarrega em nos apresentar uma pouco da vida e a história de Marco Polo - um explorador que viveu as mais diversas aventuras na corte de Kublai Khan na China.

Regada a traições, relações e intrigas amorosas, tal como ambições e rivalidades, em um grande reino chinês do século 13, Marco Polo conta com duas temporadas que exploram todo um contexto histórico.

Marco Polo é uma série original Netflix de ação e aventura, que se deixa levar ainda em nuances de drama e acontecimentos épicos muito bem construídos e representados. 

Destaque para as cenas de batalha que, para aqueles que adoram as primorosas cenas de Game Of Thrones, por exemplo, tem nesta, uma opção em tanto. Marco Polo conta com cenas de encher os olhos, bem como causar incômodos aos mais sensíveis.

Somos levados a conhecer elementos já comuns em séries do gênero, mas com o diferencial de estar ambientado em uma cultura diferente da nossa. Representando a cultura oriental desde o elenco, aos mínimos elementos e formas de desenvolver as cenas.

Marco Polo é mais um acerto em tanto da Netflix, lançado em 2014, prova que a plataforma de streaming sabe o que faz já a alguns anos.

25. Feliz!

Para fechar nossa lista das melhores séries de ação da Netflix, nada melhor que uma trama peculiar - para dizer o mínimo.

Feliz! é uma série que estreou na Netflix no ano de 2017, se classifica como uma série de ação e aventura e também como série cômica, e leva ambos os gêneros ao pé da letra - e ao absurdo.

A premissa disponível da Netflix: “Um ex-policial bêbado que virou matador acha que enlouqueceu quando um unicórnio que só ele vê lhe pede ajuda. A missão é resgatar uma garota sequestrada por Papai Noel”.

Se isso é a premissa, imagina só o que o desenrolar dessa história pode oferecer. E acredite, a trama insana não tira o mérito de boas cenas de ação que o filme oferece - dignas de comparações com as obras cinematográficas de Tarantino - onde os diálogos memoráveis e o uso de violência se destacam na narrativa.

Comentários