O que é a tecnologia HDR?

Imagem do autor Vinicius Censi
Vinicius Censi
Especialista em tecnologia da Cissa Magazine
10/06/2015 7.607 visualizações comentarios

O mundo fotográfico, nos dias atuais, não é mais exclusividade de câmeras portáteis ou profissionais do ramo. Com o avanço da tecnologia, os smartphones ganharam seu espaço, pois passaram a agregar poderosos sensores e recursos de câmera ainda melhores que, quando corretamente utilizados, geram imagens de qualidade profissional.

A tecnologia HDRHigh Dynamic Range — é um exemplo perfeito do aperfeiçoamento das tecnologias de câmera dos smartphones atuais. Com ela, você consegue imagens mais ricas em detalhes e ainda mais próximas do realismo que o olho humano é capaz de ver.

As câmeras não são capazes de registrar com precisão os detalhes do cenário verdadeiro. Você, com certeza, já pensou em tirar uma foto do pôr do sol e, provavelmente, se frustrou com o resultado: um cenário escuro com os raios de sol ofuscando a imagem ou então com brilho e luminosidade em demasia.

Em situações como estas que o HDR age, buscando equilíbrio entre os contrates. Dessa forma, ele realça sombras, aumenta luminosidade e enriquece a qualidade visual da sua fotografia deixando-a ainda mais realista.

Com e sem HDR

 

Na prática: como tudo funciona

O processo do HDR pode parecer complicado, mas na realidade é mais simples do que se parece. Para que você possa sair dessa publicação dando aula, nós vamos explicar o processo desde o começo.

Ao criar uma foto com efeito HDR são feitas 3 imagens diferentes, cada uma registrando uma quantidade de luz diferente (EV).

Geralmente, os smartphones convencionais oferecem esse controle de luz (EV) nos valores de -2.0 até +2.0. No valor negativo a entrada de luz é menor do que a definida como padrão (0), registrando imagens escuras, realçando sombras e cores quentes. Já o positivo faz com que mais luminosidade entre, gerando imagens claras e de maior brilho.

EV Controle de Luminosidade

Porém, ao optar por negativo ou positivo, alguns “sacrifícios” têm que ser feitos. Se optar por EV -2.0, a luminosidade cai, cores claras se tornam mais escuras e os detalhes de luzes são perdidos. Já no EV +2.0 a situação é inversa, você ganha claridade, realça pontos de luz, porém perde os detalhes de sombras e tons escuros.

Já a imagem padrão EV 0 é um equilíbrio entre tons escuros e claros, porém, não tem um resultado atrativo e as imagens não ficam próximas do que você realmente viu. Eis então que surge o HDR.

Quando ele cria as três imagens, geralmente, uma é com EV -2.0, a segunda EV 0 e a última EV +2.0. Depois disso ele mescla as três para formar a imagem HDR. Ou seja, a tecnologia HDR pega os tons escuros puros da EV -2.0 e os claros da EV +2.0 que, em equilíbrio da EV 0, formam a HDR, resultando uma imagem com sombras realçadas, ótima luminosidade, tons vibrantes e resultado profissional.

Processo HDR no Smartphone

Quando deve ou não utilizar o HDR

Porém, não são em todas as situações que a aplicação do HDR é bem-vinda. Existem condições apropriadas para utilizar o efeito, caso contrário aquela “qualidade profissional” que você busca irá por água abaixo.

Recomendado

  • Natureza/Paisagens: são cenários que, geralmente, possuem grandes contrastes. Dessa maneira, o HDR valoriza ainda mais os detalhes, realçando detalhes no céu e da terra. 
  • Com pouca iluminação: apesar de o HDR agir diretamente sobre a intensidade da luz, neste caso ele ainda consegue trazer efeitos positivos, tornando o cenário a ser capturado ainda mais visível e detalhado.
  • Com alta luminosidade/contraluz: o HDR equilibra os tons claros ao mesclar com os escuros, o que faz suas fotos do pôr do sol ficarem incríveis.
  • Retratos sob o sol: permite o equilíbrio perfeito entre sombras e luminosidade, resultando belas imagens.

Não recomendado

  • Fotos em movimento: Como explicado, o HDR necessita de três fotos para montar seu efeito final, se dentro desses disparos algum objeto ou alguém se mover o resultado da imagem não vai ser muito bom.
  • Ambientes escuros demais: O HDR pode deixar as cores já apagadas ainda mais sem vida, ao invés de realçá-las.
  • Ambientes claros demais: Em ambientes bem iluminados as cores são, geralmente, vibrantes e se você fizer uso do HDR sobre essas cores ele pode deixá-las ainda mais.
  • Cenários de pouca variação: quando não se há muita variação entre sombras e luzes o HDR é desnecessário, pois dá a sensação de foto “manipulada” ou “photoshopada”.

Mau Exemplo do uso HDR

O ideal mesmo é que você teste essa funcionalidade no seu smartphone, tirando fotos com e sem o recurso ativado a fim de observar em quais situações é válida a utilização do HDR.

Como ativar o modo HDR no meu smartphone

Ativar o HDR no seu smartphone vai depender muito da marca, pois nem todas apresentam essa informação da mesma maneira. Porém, não é nenhum pouco difícil encontrá-la.

Smartphones LG: a função HDR está localizada nas configurações do aplicativo de câmera. Em alguns modelos da LG a função HDR é conhecida como “Tom Dinâmico”.

Smartphones iPhone: encontra-se na tela superior inicial do aplicativo câmera, junto às demais informações.

Smartphones Sony: localizado nas configurações do aplicativo de câmera. Alguns modelos, como, por exemplo, o Xperia Z3 não permite modo HDR em sua resolução máxima e está disponível somente no modo de captura manual.

Smartphones Motorola: encontra-se no menu de configurações do aplicativo de câmera. A função HDR não pode ser utilizada em conjunto ao flash.

Smartphones HTC: está disponível em modelos mais atuais e modernos, encontra-se na lista de “Modo de Captura de Foto”.

Smartphones Samsung: Dependendo do modelo ele pode ser encontrado ou no menu do aplicativo de câmera ou então na própria tela inicial do aplicativo. Em aparelhos mais recentes o HDR pode ser encontrado com o nome de “Tom Rico”.

HDR LG G3

Em resumo, a maioria dos aparelhos que rodam com sistema operacional Android possuem a função HDR no menu de configurações do aplicativo de câmera, pois já vem pré-definida de fábrica. Já os que possuem Windows 8 devem baixar algum recurso que ofereça essa funcionalidade na loja de aplicativos, pois, por padrão, a função HDR não acompanha as configurações da câmera.

Vale ressaltar que não são todos os smartphones que possuem este recurso. O HDR é encontrado em dispositivos mais atuais, modelos ultrapassados não disponibilizam desta função. Portanto, vale ficar atento as especificações do seu produto.

Comentários